Autenticação | |             Cadastre-se |
Pesquisar

ABLV - Academia Brasileira de Laringologia e Voz

Mensagem de um voluntário anônimo

29/03/2018

Mensagem de um voluntário anônimo. Estranha sensação, essa agitação me traz a lembrança de um poema-oração dedicado por um paciente a seu médico, em que clama a Deus que o proteja, para que a ferida que ele pensa (cuida) não lhe faça mal. Pois é isso, por mais que nos sintamos no caminho de uma festa - afinal o que seria tal Campanha, senão um sério festejo da capacidade de fazer juntos? - nos entristece um pouco que seja (mas não desanima), perceber que, talvez por descuido próprio ou divino, alguns colegas não foram devidamente protegidos, e se veem hoje feridos, médicos mutilados, carentes da essência. Seria culpa do sistema, da rotina ou do noticiário, ou do salve-se quem puder moral no barco nacional em que navegamos? Seus corações de estudante ou residente, sob uma insidiosa anestesia monetária, teriam sido arrancados, há evidências, ou pior, trocados por um pobre espírito de trocador, acumulador compulsivo de vantagens, guias e faturas. Alguns no sufoco, inimaginável por vezes, é verdade, teriam boa desculpa, mas choca ouvir um não, um não tenho nada com isso, um não topo enxugar gelo, é fria, um não tenho tempo para isso e um tenho mais é que pagar minhas contas. É, talvez, mas quem não poderia parar um dia por gripe, tendinite ou afonia, ou por tantas viagens, passeios e compras, e ainda bem vivo e saudável, dedicar um período que fosse a um ato solidário? E, ao invés de restar solitário e inexplicado a si próprio, no fundo envergonhado por razões que torturam seu diploma, poderia estar se aprontando para a festa, antes de seu final. Me dizem certos, afinal ninguém pode ser obrigado; mas fala sério! Não seria sem noção assumir tal omissão? Um irresponsável não-ato médico? Será que de fato todos percebem o tempo correndo, e de qual festa maior, vibrante aquarela, estamos falando, ou na mais negada verdade, vivendo ou vendo passar? E digam-me, como se alerta um médico sobre o risco que corre de perder seu Bem mais valioso? Será que lendo, esta pena enfim espeta fundo esse homem e o desperta a tempo da Festa? E vamos nessa!? Vamos juntos começar a resolver esse nosso problema!?

Bookmark and Share
Desenvolvido por GN1

Copyright 2005-2018 - Academia Brasileira de Laringologia e Voz

Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista - São Paulo - SP - Fone: (11) 5053.7500